O que é um relé Auxiliar?

Share:


Quando se fala em relé auxiliar, geralmente se pensa em relés automotivos utilizados para proteger o circuito de automóveis da queda de tensão fazendo toda a carga passar pelo relé ao invés do circuito normal, porém o termo relé auxiliar não se aplica somente a relés automotivos, sendo um conceito mais amplo do que se imagina.
Relé auxiliar é todo relé utilizado para desempenhar de forma secundária alguma tarefa de chaveamento em um circuito, geralmente atuando em conjunto com outros dispositivos de comutação como outro relé ou contator.


Ads:


Aplicações para um relé auxiliar.


No caso dos relés industriais, um relé auxiliar é utilizado quando se precisa aumentar o numero de contatos, por exemplo imagine que você possui um determinado sinal de entrada que provém de um sensor e que a partir desse sinal seja necessário acionar diversos dispositivos (esteiras, sinais luminosos, etc) porém a saída do sensor tem apenas um contato NA, neste caso a solução será conectar a saída do sensor em um relé que irá multiplicar os pontos de acionamentos com mais contatos, por exemplo um relé de 4 Reversíveis (4NAF) , desse modo quando a saída do sensor comutar seu contato acionará o relé fazendo com que esse acione os demais dispositivos.
Outra aplicação comum à relés auxiliares, é a utilização para proteção de CLP’s (Controladores Lógicos Programáveis), para a proteção tanto das entradas quanto da saídas do CLP, pois assim qualquer imprevisto pode vir a danificar o relé primeiro ao invés da saída do CLP que possui um custo muito maior. Utilizando o mesmo exemplo do sensor, a saída NA do sensor acionaria a entrada do CLP, porém entre o CLP e o sensor adiciona-se um relé auxiliar que terá a função de proteger a entrada do CLP neste caso o relé poderá ter apenas um contato NA ou 1 Reversível. O mesmo aplica-se a saída do CLP, onde pode-se utilizar um relé para multiplicação de acionamentos e/ou interface para acionamentos de cargas levemente indutivas e/ou cargas eletromagnéticas, contatores de potência, válvulas solenoides, eletroímãs, etc.

Fonte: Comet

Recomendamos:

Nenhum comentário

Os comentários acima são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não representam, necessariamente, a opinião do Blog Ensinando Elétrica.