Lei de Ohm Resumo e Fórmulas

Share:
A Lei de Ohm, assim designada em homenagem ao seu formulador, o físico alemão Georg Simon Ohm (1789-1854), afirma que, para um condutor mantido à temperatura constante, a razão entre a tensão entre dois pontos e a corrente elétrica é constante. Essa constante é denominada de resistência elétrica.
Quando essa lei é respeitada por um determinado condutor mantido à temperatura constante, este denomina-se condutor ôhmico. A resistência de um dispositivo condutor é dada pela equação.

Ads:

{\displaystyle {\text{R}}={\frac {\text{V}}{\text{I}}}}
ou

{\displaystyle {\text{V}}={\text{R}}{\text{I}}}
onde:
 é a diferença de potencial elétrico (ou tensão, ou d.d.p.) medida em volt (V);
 é a intensidade da corrente elétrica medida em ampère (A) e
 é a resistência elétrica medida em ohm (Ω).

Veja abaixo alguns exemplos de formulas para a lei de ohm

Pergunta 01


Ads:


Responda nos comentários, Exemplo Pergunta 01 Resposta X.

Pergunta 02


Responda nos comentários, Exemplo Pergunta 02 Resposta X.

Pergunta 03


Responda nos comentários, Exemplo Pergunta 01 Resposta X.

E de grande importância você eletricista conhecer essas formulas, pois apenas com elas você consegue cálculos de corrente, resistência e tensão sem utilizar aparelhos de medidas de grandezas elétricas. (Multímetros).

Até o próximo artigo, by Felipe Vieira

Veja também: 



Nenhum comentário

Os comentários acima são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não representam, necessariamente, a opinião do Blog Ensinando Elétrica.